Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1595 - 03 de Novembro de 2017

Polícia em ação

Edição nº 1591 - 06 de Outubro de 2017

PMMA captura Tamanduá Mirim em residência 

A Polícia Militar Meio Ambiente (PMMA) de Sacramento capturou, na última quarta-feira 4, um tamanduá que estava na lavanderia de uma casa, na rua Otacílio Ranuzzi, na bairro Jardim Primavera. 

De acordo com a PMMA, o tamanduá capturado trata-se de um animal silvestre da espécie conhecida popularmente como tamanduá mirim ou meleta, pertencente a fauna silvestre brasileira. São animais solitários, diurnos, apresentando comportamentos noturnos, quando estão em áreas perturbadas pelo homem. Geralmente são ativos por oito horas ao dia, costumam se abrigar em buracos ou tronco de árvores, emitem grunhidos enquanto se alimentam, mas os sons relacionados ao tamanduá-mirim geralmente são devido à sua locomoção nos galhos de árvores. 

O animal recolhido foi encaminhado a uma clínica veterinária e,  depois de ser constatado que o animal estava apto a ser reintegrado em seu habitat natural, ele foi solto na  fazenda Boa Vista, local composto de vegetação florestal densa.

 

 A PMMA alerta que, para fugir das queimadas que se espalham pelas matas e campos, animais silvestres tendem a refugiar-se nas áreas urbanas e, também, pela falta de espaço natural devido a ação predadora do homem sobre as matas e florestas. Com isso, a falta de recursos alimentícios tem feito com que os animais silvestres migrem para as áreas urbanas em busca de abrigos e alimentos. (Fonte: 4º Grupo PM Meio Ambiente/Cmt. Anilton Egidio da Silva)  


Quadrilha assalta de novo agência dos Correios

Foi o segundo assalto este ano na agência dos Correios de Sacramento. No início da semana, segunda-feira 2, logo após o fechamento da agência, às 15h50, dois indivíduos, de caras limpas, entraram pelos portões do fundo da agência e renderam todos os funcionários. Um dos assaltantes permaneceu dentro do prédio o outro dava cobertura na vigilância do lado de fora. 

Revelando um comportamento violento, o autor que permaneceu com os funcionários obrigava-os a olhar para o chão, para não ser identificado, e ameaçava matar quem desobedecesse. Durante o assalto, chegou à agência um caminhão de uma transportadora de Uberaba que presta serviço para os Correios. O motorista EEAC e o carteiro MAP, que também chegava da rua foram rendidos. MAP foi, inclusive agredido com mais violência, pois o assaltante o fez deitar ao chão e pisou-lhe o pescoço, mesmo sem ele demonstrar qualquer reação, além de intimidar os demais funcionários. 

 Rendidos todos os funcionários, os autores passaram a se comunicar através de rádios HTs, provavelmente na frequência da Polícia, e um telefone. E falavam com um terceiro indivíduo, que dava informações de como agirem, que a pessoa no rádio era quem repassava os detalhes do interior da agência. E quando a informação não batia, eles entravam em contato, novamente, para averiguar, e assim chegaram ao cofre. 

Demonstrando calma e tranquilidade em suas ações, perguntavam sobre encomendas da Netshoes, empresa de roupas e calçados/tênis esportivos. Tratando-se pelos codinomes de João e Zé, ousados, os dois deixaram um recado para a polícia, que era pra falar sobre o modus operandi deles: “Fala pra eles que é assim que a gente age, sempre dessa forma”. 

E o que chamou a atenção foi a riqueza de detalhes, pois sabiam quem era o gerente, onde ficava o dinheiro,  a quantia aproximada que deveria estar no cofre da agência,  a quantidade aproximada de  funcionários e não se preocuparam com o sistema de segurança, pois sabiam que as imagens são bloqueadas (restritas) à instituição, fato que prejudica  a ação das polícias em identificá-los e efetuar rastreamentos.

Os valores levados do cofre e dos caixas de atendimento não foram divulgados. Não levaram nada do caminhão de transportes. Logo após o roubo, saíram levando também os celulares dos funcionários, W.J.S  e MAP. 

A PM realizou alguns rastreamentos pela cidade e contato com moradores vizinhos que poderão fornecer imagens de câmeras de vigilância para possíveis investigações. 

 

Cinco assaltos nos últimos anos

Conforme os registros do ET, além dos dois roubos/assaltos cometidos este ano, 25/07, e nessa segunda-feira, 2/10, a agência dos Correios de Sacramento, foi roubada mais quatro vezes: No final de 2005; em 08 de fevereiro de 2006; outro roubo aconteceu no dia 17/06/2015; ainda em 2015, na madrugada do dia 9/9, houve uma tentativa de furto, que só não se efetivou, porque o alarme da área externa da agência havia disparado e o serviço de vigilância acionou a Polícia.  Naquela tentativa, a corrente do portão de entrada da parte dos fundos foi cortada, o portão aberto e a porta que dá acesso para o interior da agência, arrombada.  Os autores chegaram a entrar na agência, porque papeis foram encontrados fora do lugar, mas  o cofre estava fechado e intacto. 

 

Preso e liberado autor de mensagem que causou temor na população

A Polícia Civil conseguiu esta semana identificar o autor das mensagens que circularam nas redes sociais na  semana passada e que deixaram a população alarmada.  A mensagem dizia que bandidos viriam a Sacramento e Conquista para praticar assaltos em postos de combustíveis, supermercados, casa lotérica e até mesmo no Laticínio Scala. A mensagem dizia, inclusive, que os assaltantes matariam quem reagisse. Atemorizadas, diversas pessoas, procuraram a delegacia local, algumas  delas até em estado de pânico.

De posse das informações, a PC descobriu que origem das mensagens era de um perfil falso na rede Facebook e, imediatamente, a equipe entrou em contato com a rede social e pôde identificar os dados de conexão e já de início verificaram que as mensagens partiram de um acesso em Sacramento e, através do provedor, chegaram ao autor das mensagens.

As equipes da Policia Civil de Sacramento e Conquista, com a autorização da Justiça,  cumpriram mandado de busca e apreensão na casa do suspeito, que foi preso com seu computador e celular apreendidos.

 O autor das mensagens, que trabalha como segurança em estabelecimentos comerciais em Sacramento, foi conduzido até a delegacia, onde prestou esclarecimentos e, em seguida, foi liberado. 

 

O autor das mensagens não teve o nome revelado pela PC.  (Fonte: Polícia Civil de Sacramento)

 

PC desbarata quadrilha que roubava gado na região

Com   mandados de prisão e de busca e apreensão expedidos pela Vara Criminal e Ministério Público de Araxá, os mais de 30 policiais envolvidos na operação, prenderam dez suspeitos em  Perdizes e Uberlândia e também em Catalão e na fazenda Três Ranchos, em Goiás. Segundo o jornalista Tardelli, a organização realizou um furto na madrugada dessa quinta-feira e foram presos em flagrante quando chegavam na fazenda Três Ranchos.

Na fazenda Três Ranchos,  os policiais   conseguiram recuperar 120 cabeças de gado, dois  tratores, além de eletrônicos, e objetos que foram levados pelos autores em suas ações. O gado localizado ainda se encontrava com as marcas dos proprietários, vítimas da organização. Foram também aprendidos 1 caminhão Ford Cargo 260, com placas de Monte Alto (SP), uma caminhonete Amarok e uma caminhonete F1000, que eram utilizados pela organização no transporte do gado e outros bens. Quatro pessoas foram presas no local pela operação, que contou com delegados e policiais civis de Araxá, Perdizes, Ibiá e Uberaba. Os presos,  materiais e gado recuperados serão  trazidos para a cidade de Araxá. 

Em reportagem em Catalão e disponível na internet, Tardelli informou que a operação iniciou às 2h da manhã. De acordo com as imagens e as informações do jornalista, a fazenda é um local bem localizado, dotado de represa e próxima a uma rodovia. Foram utilizados  cinco caminhões boiadeiros para o transporte do gado  recuperado. Tardelli finalizou informando que a quadrilha agia na região, nos municípios  de Araxá, Sacramento, Perdizes, Antinha, Uberlândia, dentre outras. 

 

(Fonte: Willian Tardelli, Ascom 2ª DRPC – Araxá. Fotos/imagens capturadas do vídeo da reportagem no local).